Close

08/08/2018

Dá para vender energia solar?

Se você está em busca de informações a respeito do sistema fotovoltaico, pode ser que tenha uma dúvida muito comum: dá para vender energia solar? Será que é possível “repassar” a energia que não é utilizada, e lucrar com isso?

A maioria das pessoas utiliza a energia solar apenas para consumo próprio. A escolha por esse sistema tem relação direta com a economia de luz, e também com todo o apelo ambiental que ela traz consigo.

Mas será que dá para vender energia solar? Descubra nesse artigo se você pode lucrar com a transformação da luz do sol em energia, e veja como fazer isso de forma segura e legalizada.

Descubra aqui como vender energia solar!

O consumo de energia é algo extremamente necessário nos dias atuais. É impossível imaginar a civilização em que vivemos sem o uso de energia.

Mas também é inegável que a geração de energia dos modos mais tradicionais tem sido extremamente maléfica ao meio ambiente. E como alternativa, surgiu sistema de energia solar.

O que pouca gente sabe, no entanto, é que dá para vender energia solar! Isso e feito através de leilões que são regulamentados pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Nesse caso, é necessário ter a instalação de uma usina grande de energia solar. Assim você poderá vender energia solar gerada pela sua usina tanto para as usinas quanto para o mercado livre de modo geral.

Entenda o sistema de compensação de energia – uma opção para a energia excedente!

Mas não desanime. Se você não pode vender energia solar gerada para autoconsumo, você pode aproveitá-la num sistema de compensação. Como isso funciona?

É muito simples! Quando você instala placas fotovoltaicas para transformar a luz do sol em energia, pode acabar caindo na situação de gerar mais energia do que consome.

A Agência Nacional de Energia Elétrica, no entanto, permite que você faça uma negociação utilizando essa energia solar excedente.

Você pode utilizar o excesso como créditos para abatimento em suas próximas contas de luz utilizando a rede distribuidora local.

  • Mas por que eu precisaria utilizar a rede distribuidora se eu tenho energia solar?

Pense o seguinte: a energia solar é gerada pelo sol. Embora o Brasil seja um país tropical, e com muita incidência solar, existem momentos em que isso é menor.

À noite, por exemplo, o sistema não gera energia. Sendo assim, você pode precisar de sua rede elétrica tradicional, aquela que alimenta o seu município.

O mesmo acontece em períodos nublados ou chuvosos, quando a luz do sol é menos potente. Nesse caso, você acaba usando a energia tradicional, mas pode apostar na compensação para obter descontos no gasto.

Então, ainda que não seja possível vender energia solar através daquela gerada para autoconsumo, você pode utilizar o excesso para conseguir diminuir os seus gastos.

Mas o que eu preciso para vender energia solar?

Agora, se a sua intenção é mesmo vender energia solar, então você deverá investir na criação de uma usina.

Será necessário gerar uma grande quantidade e energia, e então se inscrever nos leilões regulamentados anualmente pela ANEEL.

Os leilões são vantajosos para as empresas que fornecem grande quantidade de energia solar com um preço mais em conta por unidade. Há ainda a possibilidade de se inscrever em um ‘Leilão de Energia de Reserva’ (LER).

Nesse caso os leilões são realizados prevendo uma necessidade futura. Sendo assim, as empresas ganhadoras terão um prazo – que pode variar de 2 a 5 anos – para colocarem os seus empreendimentos em pé para vender energia solar.

  • Mas eu posso vender energia solar para meus vizinhos e amigos?

Você não pode vender energia solar para outras pessoas se a sua produção é caracterizada como autoconsumo, ou seja, a demanda contratada é menor do que 500 kW.

Nesse caso, o melhor a fazer é realmente utilizar a energia solar excedente no sistema de compensação, ganhando descontos quando precisar utilizar a rede tradicional.

Agora que você já descobriu se é possível vender energia solar, leia também o nosso artigo que responde a questão: placa de aquecimento solar já existe no Brasil?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *