Close

19/06/2018

Preço da energia solar no futuro

Ainda em um processo bastante recente devido ao fato de estar em seus primeiros anos de vigência no Brasil, a energia fotovoltaica já deixou claro que veio ao mercado para ficar! Mas, será como será o preço da energia solar no futuro?

A energia solar cada vez mais deixa evidente que não será apenas uma febre presente no mercado, e cada vez mais evidencia ser um mercado que promove a geração de novos empregos.

Para se ter uma ideia mais consistente sobre esse aspecto, vale salientar que a energia solar já ultrapassou uma marca de mais de cinco mil instalações.

Embora possa ser considerado um número ainda sem grande expressão, ele também permite revelar um crescimento de aproximadamente 350% em apenas um ano.

Mas, isso ainda é um aspecto que se mantém no Brasil, visto que em outros países sua aceitação atinge marcas bem mais significativas – algo que é denominado como “boom solar”.

O “boom solar” consiste no inicio de um crescimento bastante vertiginoso acerca das instalações desse perfil e a expectativa é bastante promissora por aqui também!

Quer se aprofundar mais sobre esse aspecto e porque é importante ficar de olho no que estar por vir em um futuro bem próximo? Então continue acompanhando o conteúdo desse artigo agora mesmo!

Preço da energia solar no futuro – o boom solar é uma realidade!

Embora um pouco mais tarde do que outros países, o Brasil conseguiu comprovar nos últimos tempos que acordou para o entendimento de que a energia solar é algo que cada vez mais cresce no mundo todo!

Isso é visto por muitos como uma excelente noticia, uma vez que o uso desse tipo de energia tem tudo a ver com o nosso clima por aqui e pode ser de grande valor para contribuir com o meio ambiente.

A energia fotovoltaica se consolida no mercado como uma forte tendência, que permanece em amplo processo de desenvolvimento tecnológico!

Atualmente ela conseguir chegar a um patamar que permite afirmar que os custos empregados os equipamentos estão se tornando cada vez mais acessíveis – algo que antes era visto como um tipo de barreira para aderir a esse tipo de investimento.

Isso porque as placas fotovoltaicas a algum tempo atrás tinham custos bem mais elevados, o que acaba acarretando um orçamento final para o uso dessa alternativa mais “salgado” para o consumidor final.

Em grande parte dos estados do país, onde há a modalidade dessa energia distribuída, e as placas são instaladas sobre os telhados das residências ou empresa já se possui um payback de 4 a 6 anos.

Isso quer dizer que, depois desse prazo a energia que é produzida por parte dos painéis acabará revertendo um custo totalmente zero para quem adere à tecnologia. Ou seja, é um ótimo investimento no final das contas.

Em um prazo de no máximo 7 anos, a expectativa do mercado é de que a energia solar seja ainda mais barata do que a que é gerada por parte das hidrelétricas e por isso será uma fonte extremamente competitiva e visionária.

Por meio de um mercado cada vez mais competitivo a inovação e a qualidade são recompensadas!

É justamente esse o ponto alto que nos faz refletir acerca do preço da energia solar no futuro!

O fato dela se tornar cada vez mais acessível e competir com os modelos tradicionais fomentará cada vez mais que os investimentos em tecnologia e inovação sejam favorecidos.

Isso poderá agregar painéis cada vez mais duráveis, e claro, melhores, sendo que o custo final da energia produzida tenha valores cada vez baixos.

Isso poderá estimular a aderência da tecnologia em diversos pontos do país e isso inclui até mesmo desde pequenos até médios integradores também – comércios e residências!

Fica evidente que isso é uma excelente noticia para o cenário econômico desse setor por aqui, sendo que o preço da energia solar no futuro ficará ainda mais atraente para todos! Isso é bom para o meio ambiente, e claro, bom para o bolso da população!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *