Close

24/06/2018

Energia solar residencial é caro?

Nos últimos anos tivemos a oportunidade de constatar que a energia solar residencial veio de fato para ficar! Isso porque o número de brasileiros que passaram a ter conhecimento sobre essa energia cresceu substancialmente!

Muitos puderam conhecer mais de perto todos os tipos de energias renováveis e diante de todos os aspectos positivos envolvidos passaram a usa-la como eletricidade para consumo próprio.

Para se ter uma ideia sobre isso, é importante ter em mente que a adoção desse tipo de energia aumentou nos últimos anos cerca de 17 vezes.

Diante disso, a Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel revelou em dados oficiais que no país mais de 430 casas e também empresas que usavam tais recursos no ano de 2014 cresceu.

Os dados mais atuais revelam um valor de mais de 7 mil casas e residências – um crescimento que chama cada vez mais a atenção do mercado que se dedica a trazer inovação e tecnologia constantemente!

A energia solar usada em residências é proveniente do uso das chamadas placas fotovoltaicas, que são responsáveis pelo menor consumo entre as alternativas vigentes para a geração de energia renovável.

Somente 0,01% de tudo que foi gerado em todo o país no ano de 2015 foi proveniente a essa tecnologia que consiste o uso de painéis de silício para conseguir captar os raios de luz solar!

Energia solar residencial – será que esse é um investimento que vale a pena? É caro?

A melhor forma de conseguir responder tais questão é deixar claro que a energia solar fotovoltaica pode chegar a durar cerca de 25 anos ou mais, desde que sejam adotados todos os cuidados necessários!

Ou seja, trata-se de um investimento que realmente pode sim valer à pena e que naturalmente se paga ao longo dos anos.

Seu maior e mais evidente beneficio está associado à oportunidade de diminuir drasticamente a conta de luz e ainda poder economizar, e muito mesmo, com os gastos com a energia.

Outro ponto fundamental que merece ser destacado é que o uso da energia solar residencial permite uma ampla valorização do seu imóvel – sim, ela pode valer bem mais do que uma casa que não possui o sistema!

Se você simplesmente pegar todo o custo proveniente ao investimento feito para adoção da energia solar e ainda somar isso ao valor da manutenção mínima que poderá obter ao longo de 25 anos poderá entender que o investimento é excelente.

Para ter certeza disso, basta fazer um calculo bastante simples – pegue o custo do seu investimento de energia solar, some com a da manutenção mínima (no prazo de 25 anos como dito acima) e divida esse montante pelo valor de energia que for gerada pelo sistema.

No final você poderá ter um preço aproximado do que efetivamente foi pago e ainda perceber que esse resultado será bem mais barato do que o valor proveniente à rede elétrica convencional em muitas residências!

Outros detalhes que quase ninguém sabe e que vale a pena conhecer! Será que o investimento é de fato bom?

Há uma comparação que poucos conhecem ou que levam em consideração sobre a energia solar residencial!

Na verdade a energia solar pode render mais do a sua poupança, sabia? A poupança pode chegar a um rendimento médio de cerca de 6% ao ano. Já a energia fotovoltaica visa um retorno que pode atingir de 8% até 18% ao ano.

Outro detalhe é que a cada ano que passa a energia solar se revela mais barata e a queda de preços tende a se tornar ainda mais atraente para os consumidores nos próximos anos.

Isso é extremamente promissor, uma vez que os valores mais acessíveis ajudam a promover uma maior concorrência e consequentemente maiores investimentos em tecnologias e inovação!

Agora que você teve a oportunidade de saber mais acerca de como pode ser interessante o investimento em energia solar residencial, aproveite para se aprofundar mais nesse tema lendo o conteúdo do artigo Energia Solar Vantagens e Desvantagens!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *